Intérprete de males – Jhumpa Lahiri

Intérprete de males - Jhumpa LahiriEu realmente queria ter gostado deste livro de contos. Li com calma, reli algumas estórias e até gostei de uma ou duas, mas a verdade é que não consigo gostar da dinâmica adotada, achei a escrita um pouco confusa e alguns desfechos muito óbvios. Parei na metade, sem ter mais forças e motivos para continuar.

Uma pena realmente.

Risíveis amores – Mila Kundera

Risíveis amores - Milan Kundera

Paixão, entusiasmo e gratidão, são esses os sentimentos tenho por Milan Kundera. Gostaria muito de encontrá-lo pessoalmente e agradecer por todos os momentos perspicazes de inteligência, humor refinado e indagações que se parecem muito com os meus próprios questionamentos.

Este pequeno livro-tesouro é sem dúvida alguma um livro de contos romanescos, bem como explica o posfácio desta edição escrito por François Ricard. Continue reading

As armas secretas – Julio Cortázar

As armas secretas - Julio CortázarOuvi falar muito bem de Cortázar e como consumo pouca literatura argentina – Norah Lange foi a última que recordo -, resolvi ler um de seus livros que achei ir de encontro com minhas vontades momentâneas. Nada muito “pesado”, como me pareceu ser “O jogo da amarelinha”, então decidi pelo livro de contos chamado “As armas secretas”. Tenho essa tendência quando estou enamorando um autor, prefiro ler seus contos e depois se tiver interesse, embarco num romance ou textos mais profundos.

O livro contém cinco contos e um posfácio, dentre eles, os que mais gostei foram “Os bons serviços” e “As babas do diabo”. Continue reading

A noiva do tigre – Téa Obreht

Além de achar o projeto gráfico muito bonito, minha curiosidade por este livro veio do fato da autora, com apenas 25 anos, ter sido a ganhadora do Prêmio Orange Ficção  2011.

Este romace, de narrativas intercaladas no tempo, é bem detalhista e acaba fazendo com que sua tela mental fique repleta de imagens, muitas vezes de maneira frenética.

Talvez por conta deste frenezi visual, tive um pouco de dificuldade em “me localizar” no livro. Provavelmente, a pouca familiaridade que tenho com a cultura Sérvia (Península Balcânica) tenha influênciado minha desorientação no começo da leitura. Continue reading

Suicídios Exemplares – Enrique Vila-Matas

Quando li a orelha desse livro fiquei super empolgada pra conhecer um pouco sobre Enrique Vila-Matas. Neste livro, ele trata a idéia de suicídio como uma faísca do reviver, um princípio de uma energia potencial e uma possibilidade de um novo olhar para a vida.

A obsessão pelo suicídio acaba, paradoxalmente, por afastar a tentação da morte, e torna-se um incentivo para a vida, pois em nenhum dos contos os protagonistas cometem suicídio; eles fletram, sonham, planejam mas jamais o concluem.

Os primeiros contos  são excepcionalmente muito bons, de um humor irônico e envolvente, Continue reading

Traumas e outras coisas que não saem no banho – Rodolfo Barreto

Sempre fico orgulhosa quando um amigo consegue publicar um livro. Rodolfo estréia com contos bem humoradas, repletos de diálogos divertidos e uma pitada de reflexões da “filosofia do cotidiano”, dos acasos e fatos corriqueiros.

A maneira como as palavras são empregadas faz com que seja fácil o leitor criar uma cena ou personagem, isso foi o que mais me encantou em seu livro.

Os contos foram publicados primeiro em seu blog e depois viraram o livro “Traumas e outras coisa que não saem no banho”.

Os meus contos preferidos são: Nove, Desemprego e Traumas.

É uma ótima leitura para quem quer conhecer jovens escritores brasileiros. Como um bom carioca, a maioria de suas histórias acontece em sua cidade natal.

A Revolução dos Bichos – George Orwell

revolucao_bichosUma fábula sensacional narrada com muito humor dentro de um contexto político e histórico.

A narrativa faz menção aos fatos ocorridos durante a Guerra Fria e a ditadura stalinista na URSS, mas me fez lembrar muito da corrupção brasileira, dos absurdos atos secretos do congresso e de todos os conchavos políticos que acontecem aqui nos trópicos, incluindo a repressão à liberdade de imprensa.

No contexto literário, a fábula é envolvente possuindo uma construção engenhosa de desenvolvimento psicológico de personagens e a (nítida) zoomorfização de figuras políticas e classes sociais. Continue reading

O Jardineiro que Tinha Fé – Clarissa Pinkola Estés

O jardineiro que tinha féEsse pequeno livro foi um grande achado. Escrito pela psicanalista junguiana e grande contadora de histórias Clarissa Pinkola Estés, é um magnífico conto sobre perda, sobrevivência, renascimento e esperança.

O conteúdo da fábula faz parte das memórias de infância da autora, que é descendente de hungaros que se refugiaram nos Estados Unidos depois da 2ªGuerra Mundial.

Narrado com uma simplicidade que acaricia a alma, um profundo otimismo e uma grande carga de realidade. Continue reading

Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe

Histórias ExtraordináriasDepois de um longo Outuno voltei. Sei que prometi manter um ritmo de leitura, mas como a vida é cheia de mudanças e novidades, as vezes temos que dar maior atenção a outras esferas da vida.

De qualquer forma estou aqui, depois de correr atras de alguns sonhos e mudar de área de trabalho. Tudo isso embalado por Edgar Allen Poe e suas Histórias Extraordinárias, um pocketbook da Companhia de Bolso (uma subdivisão da Companhia das Letras).

Demorei bastante com essa leitura, pois minha vida estava literamente encoberta por sombras e nuvens. Continue reading